Arquivo do blogue

estado de espírito.

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=?hl=en&autoplay=1&loop=1"><img src="http://www.gtaero.net/ytmusic/play.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>

26 de março de 2010

receio


Não deixes de sonhar, não evites tentar, não receeis falhar, arrisca.
Corro um risco constante enquanto me mantenho viva, tudo me aguarda, nada é previsto.
Sinto o medo do depois, presencio receosa o agora.
Fujo quando o susto me atormenta, agacho-me inconscientemente com o aproximar do futuro, escondo-me quando a insegurança se revela, fecho os olhos quando a realidade me atropela. Se me arrependo? Sim, o meu medo domina-me e não tenho como o enfrentar. Tudo me omite o seu lado inócuo, tudo se revela como meu inimigo, uma furia insana cheia de ressentimentos. Quero ser eu, apenas eu sem controlo absoluto. Por enquanto vou continuar esta luta, e requalificar esta coragem ardente que me atormenta.

3 comentários:

Anónimo disse...

brilhante como sempre!
Joe

Luís Marques disse...

Todos os teus textos estão bastante bons, apesar de prosa não ser a minha preferência. Devo admitir que gostei. Parabéns.

cláudia disse...

LINDO, gostei imenso!