Arquivo do blogue

estado de espírito.

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=?hl=en&autoplay=1&loop=1"><img src="http://www.gtaero.net/ytmusic/play.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>

4 de fevereiro de 2010

bailarina


Hoje a minha caixa de memórias abriu-se por completo, espalhou magia pela minha consciência. O pensamento fluiu, a vontade do regresso ao passado tornou-se imensurável. Senti o passar da recordação pela minha face mais sensível, a parte, agora, recriada por mim. Embora o meu passado aparentasse ser inerte, captei-lhe um movimento indomável. Voltou para mim com uma velocidade premente, senti necessidade de lhe dar uma resposta a esta chamada de atenção. Continuei a ver a bailarina a dançar os passos do tempo, cada gesto reflectia um pensamento em tons de arrebol. A roda que executava ditava o ciclo do meu caminho até hoje. A sua perna cruzada mostravam-me as lembranças quebradas por incertezas. Ainda assim o tutu permanecia imóvel com aquele balanço repentino. Tudo aparentava fragilidade, embora este permanecesse intacto. Os meus olhos começaram a lacrimejar, aqueles simples gestos provocavam-me um tal fascínio que era incapaz de pestanejar uma só vez, não queria perder um segundo de tal leme que me impulsionava as melhores lembranças.
Enchi-me de coragem, cerrei os olhos, fechei a caixa e suspirei.

2 comentários:

Alessanda disse...

LINDO . amo mesmo, está perfeito
"Tudo aparentava fragilidade, embora este permanecesse intacto." <3

Anónimo disse...

« Enchi-me de coragem, cerrei os olhos, fechei a caixa e suspirei. » , escreves tão bem meu anjo *.*