Arquivo do blogue

estado de espírito.

<a href="http://www.youtube.com/watch?v=?hl=en&autoplay=1&loop=1"><img src="http://www.gtaero.net/ytmusic/play.png" alt="Play" style="border:0px;" /></a>

22 de dezembro de 2009

Pretérito

E se conseguíssemos através da música recordar as nossas saudades? Tê-las de volta? Poder abraçá-las quando o pensamento escutasse a vontade?
Somos nós que produzimos a música, somos nós que a declaramos e desenhamos os seus contornos e excessos, então, somos nós que controlamos o poder de trazer de volta as nossas memórias esquecidas... mas também somos nós que as escolhemos esquecer.
Pensamos que é apenas um percalço nosso, mas não, a culpa é nossa e da nossa vontade de seguir em frente, de virar à esquina para evitar o medo, então, somos nós que escolhemos que sejam inesquecíveis ou não.
A música apenas sobrepõe o passado como um objecto dependente e indefeso.

2 comentários:

cláudia disse...

para pessoas a música é tudo, mas esse 'tudo' é música ou é substituído pela música. Nós associamos cada música a um (uns) acontecimento(s) da nossa vida, por vezes chegamos a dizer «esta música faz-me lembrar (...)», a música ajuda-nos a ultrapassar ou a relembrar memórias.

Anónimo disse...

da-me uma memoria tua para eu te dedicar uma musica =P

gosto-te